Assassinato no Expresso do Oriente (2017)

Policial, Drama, Mistério | 114 min
Avaliação:
7/10
7

Informações do filme

História do filme

Hercule Poirot é o melhor investigador do mundo. Devido a sua intuição incomum, ele é capaz de desvendar crimes insolucionáveis a partir de pistas que passariam despercebidas por outros detetives. Hercule acredita que no mundo deve haver um equilíbrio, e isso implica em uma clara distinção entre o bem e o mal. Após ficar preso na neve, por uma nevasca que atingiu o trem em que viajava, ele se vê diante do assassinato de Edward Ratchett (Johnny Depp), um criminoso com muitos inimigos. Contra sua vontade, Hercule acaba se envolvendo com a investigação, pois teme que alguém possa ser condenado injustamente pelo homicídio.

Crítica

Baseado no livro de Agatha Christie, Assassinato no Expresso do Oriente (2017), dirigido e estrelado por Kenneth Branagh (Cinderela, 2015), é uma experiência parecida com o nostálgico jogo de tabuleiro Detetive (ou Clue na versão americana). Para quem não o conhece, trata-se de um jogo no qual cada participante deve coletar pistas a fim de solucionar assassinatos. O filme conta com um elenco de peso, Michelle Pfeiffer, Judi Dench, Willem Dafoe, Johnny Depp, Penélope Cruz, Daisy Ridley. Mas apesar disso, ele chama mais a atenção por ser divertido e por possuir uma boa estética do que pelo enredo ou grandes atuações (exceto por Branagh, que está excelente no papel do investigador Hercule).

O protagonista é Hercule Poirot, considerado o melhor investigador do mundo. Devido a sua intuição incomum, ele é capaz de desvendar crimes insolucionáveis a partir de pistas que passariam despercebidas por outros detetives. Hercule acredita que no mundo deve haver um equilíbrio, e isso implica em uma clara distinção entre o bem e o mal. Após ficar preso na neve, por uma nevasca que atingiu o trem em que viajava, ele se vê diante do assassinato de Edward Ratchett (Johnny Depp), um criminoso com muitos inimigos. Contra sua vontade, Hercule acaba se envolvendo com a investigação, pois teme que alguém possa ser condenado injustamente pelo homicídio.

O filme funciona como o jogo de tabuleiro aqui citado, a medida que a história vai se desenrolando, novas pistas são dadas ao espectador, para que esse possa deduzir quem é o assassino de Ratchett. Neste sentido, Assassinato no Expresso do Oriente consegue ser satisfatório, pois para aquele que realmente estiver empenhando nesta proposta, a solução do crime pode ser alcançada com as dicas dadas pelo filme. Esse recurso é bem-vindo, pois favorece a inserção do espectador neste universo.

Outros fatores que contribuem para essa imersão são a direção de arte e a direção de fotografia. A aparência nietzschiana de Hercule confere ar de sabedoria, mas também humor, ao protagonista. A cicatriz no rosto e o olhar de Ratchett remete aos traços do mafioso Tony Montana (Scarface, 1983). Os personagens estereotipados exercem um papel de indução à prejulgamentos, servindo como mais uma variável enquanto tenta-se descobrir quem é o assassino. Os figurinos, os detalhes do luxuoso expresso do oriente, tudo isso aproxima mais o espectador deste universo repleto de exageros.

Assassinato no Expresso do Oriente é um filme envolvente. Ele te convida a participar de uma investigação que exige um envolvimento mínimo com o filme. Não é um filme de ação, é uma obra para pensar. Infelizmente, aprofunda pouco em seus personagens, seus rótulos se destacam mais que suas personalidades, é uma pena, pois com tantos veteranos algo melhor poderia sair dali. Ainda assim, é um prato cheio para quem gosta de investigação policial ao melhor “estilo” Sherlock Holmes.

Trailers e Vídeos

trailers
x

Trailer: Assassinato no Expresso do Oriente

Policial, Drama, Mistério

Avaliações ( 0 )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Recomendar filmes

x