Hoje, li uma notícia com o seguinte título: “It: A Coisa ultrapassa O Exorcista e se torna o maior filme de terror da história nos EUA”. Sempre leio essas notícias com desconfiança. It: A Coisa é de fato um excelente filme, mas não é um pouco exagerado elencá-lo como o maior terror da história? Quais os parâmetros para tal afirmação, bilheteria?

Bem, o filme do palhaço assassino alcançou a arrecadação doméstica de US$228 milhões, contra US$232 milhões do diabo Pazuzu. A primeira pergunta que me fiz foi, quanto valia U$1 em 1973? Então, resolvi pesquisar em três sites para calcular a inflação do dólar entre 1973 até o ano de 2017. Todos me retornaram valores próximos a U$5,50. Isso significa que, U$228 milhões, hoje, equivaleriam a mais ou menos U$1,254 bilhões em 1973. Mas em minha opinião, comparar a “grandiosidade” de um filme baseado em bilheteria é inviável. É como dizer que mamão é melhor do que maça, por que uma fruta vende mais do que a outra e não por ser mais saborosa (desculpe, mas para mim é, rs).

Foi pensando nisto que me fiz a segunda pergunta: o que tornaria It: A Coisa maior (e melhor) do que O Exorcista? O maior triunfo do filme do capiroto não foi sua bilheteria, mas sua importância para a história do cinema. Prova disso, é o filme Um Sonho de Liberdade, o “top” #1 do IDMB, que custou U$25 milhões e arrecadou somente U$28 milhões nos cinemas. Supremacia não se compara em dólares, mas com qualidade, influência, inovação. Quantos filmes de exorcismo surgiram depois do clássico de terror dirigido por William Friedkin? Isso significa que It é “menor” do que O Exorcista ? Bem, isso somente o tempo nos dirá. Porém, por que querem nos vender a ideia de que um é melhor do que o outro?

Infelizmente, o pensamento crítico em relação aos filmes vem sendo ofuscado por notícias voltadas para criar um pensamento consumista nos espectadores. A intenção não é de que você aprenda (principal função do cinema) ou se divirta, mas sim ganhar o máximo de dinheiro as suas custas, independente da qualidade do que é apresentado. Não tenho nada contra vender bonecos e camisas dos seus personagens favoritos (até porque tenho alguns aqui em casa). Sei que o cinema é uma indústria e nada mais justo do que lucrar com isso, mas quando a vontade de ganhar dinheiro se torna maior do que o próprio filme, a credibilidade da informação que eu consumo passa a ser questionável. Sim, It: A Coisa é bom e merece ser recompensado pelo que ele realmente é. Vende-lo como algo que ele ainda não se tornou, é nos tratar como massa de manobra para gerar lucros. Pense nisso.

Alguns sites para calcular a inflação do dólar:

  • https://www.dollartimes.com/inflation/inflation.php
  • http://www.usinflationcalculator.com/
  • https://www.measuringworth.com